segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Espaço PROSA 2010!

Queridos leitores!
Estou lançando o Espaço Prosa, dedicado a algumas produções das minhas cursistas de Alfabetização.
Espero que gostem e façam bom proveito.
Boas Leituras
Gisele

"Escrever é sempre esconder algo de modo que mais tarde seja descoberto
Italo Calvino

sábado, 24 de abril de 2010

Presentinho....

SEGUIR


Direcionar os sentidos,
Dimensionar os problemas,
Repensar as palavras,
Definir trajetórias,
Cuidar do espírito.

Recriar esperanças,
Refazer idéias,
Alcançar ideais,
Buscar respostas,
Fazer perguntas.

Revigorar o corpo,
Cuidar da alma,
Assumir caminhos,
Prosseguir na busca,
Encontrar o mundo.

Saber-se capaz de construir,
Não importa o tempo que leve,
O que necessário for.

Saber-se capaz de atingir,
Não importa o tempo que leve,
Todos os projetos idealizados.

Saber ter o apoio que precisa,
Saber ter a pessoa certa ao lado,
Saber-se apoiado em todos os momentos.

Por fim, saber-se absolutamente capaz
De superar problemas, não importam quais.
E seguir o caminho. E seguir a vida. E seguir em paz.

Jorge Newton (Poeta, amigo e marido)

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Refletindo...

Valorização humana do professor.

Inicio com um questionamento: que olhar e escuta diferenciados possuem alguns professores, que outros ainda precisam desenvolver? Não nos basta apenas procurar respostas para esse questionamento, mecanicamente, mas sim procurarmos entender que o principal é o resgate a ser feito da auto-estima do profissional da educação.

O que nos deve impulsionar nesta busca é o desenvolvimento de uma escuta sensível, da voz dos educadores em processo de formação constante, e que relações podem vir a ser estabelecidas entre suas histórias de vida, desenvolvimento pessoal e profissional, seus saberes e a real caracterização do seu trabalho docente.

A formação humana não depende só da escola, depende também do contexto familiar e social de cada professor envolvido no processo."nenhum de nós está inaugurado, nós estamos em processo".(Myrthes Wenzel, ano 2001, p.16).

É importante que o professor esteja em comunhão com seus valores mais íntimos para que sua valorização inicie, em primeiro lugar, por ele próprio. E os valores não são apenas conhecimentos cognitivos, eles transcendem a cognição. Não apenas existem, eles valem e devem ser vividos, experimentados, compartilhados e postos em prática.

O ser humano é um ser de relações: ele existe como pessoa, torna-se pessoa, à medida que se relaciona consigo mesmo, com os outros, com a natureza e com a dimensão transcendente da vida.

As práticas e vivências do dia a dia de cada um são desafios para tornar nossas relações verdadeiramente humanas, nos planos interpessoal e social, desse modo passamos a valorizar a própria vida. O aprender é essencial e se concentra em dois pilares: a própria pessoa, como agente, e a escola, como lugar de crescimento permanente.(Nóvoa, Nova Escola, 2002, p. 23).

Não se pode dissociar o ser humano do ser-professor. Donde se conclui que o professor necessita então de todo suporte de suas memórias, de sua visão do real e principalmente de sua crença no futuro, que pode vir a ser diferente a partir da investigação de sua prática. Necessita conhecer claramente quais serão os objetivos específicos que nortearão sua ação particular, nos domínios cognitivo e afetivo, que lhes permitam inclusive, desenvolver e explorar outras linguagens.

Estarão, dessa forma, tecendo sua prática no sentido de que o real possa aproximar-se cada vez mais do ideal, do possível, baseado na teoria que a embasa.

No fundo, consideramos que o essencial nas relações entre educador-educando-conhecimento é a reinvenção do ser humano no aprendizado de sua autonomia. Me movo como educador, porque, primeiro me movo como gente (Freire, 1996, p.106).

Gisele de Oliveira Silva

segunda-feira, 8 de março de 2010

Para divertir e refletir

Alguns filmes que podem fazer a diferença em sua prática!

Narradores de Javé
Escritores da Liberdade
O Leitor
O Som do Coração
Vermelho como o céu
O Contador de Histórias

Ao deixar seu comentário indique mais filmes.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Dicas de Leitura



A Casa da Madrinha - Lygia Bojunga
A Velhinha que dava nome às coisas
O quente pode ser frio?
A Bolsa Amarela
Um menino chamado Rorbeto
A primavera da lagarta
Flor de Maio

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

ImageChef.com
ImageChef Banner Maker - ImageChef.com